• Nenhum item no carrinho

CORPO A CORPO: a disputa das imagens, da fotografia à transmissão ao vivo
CORPO A CORPO: a disputa das imagens, da fotografia à transmissão ao vivo CORPO A CORPO: a disputa das imagens, da fotografia à transmissão ao vivo CORPO A CORPO: a disputa das imagens, da fotografia à transmissão ao vivo CORPO A CORPO: a disputa das imagens, da fotografia à transmissão ao vivo CORPO A CORPO: a disputa das imagens, da fotografia à transmissão ao vivo

CORPO A CORPO: a disputa das imagens, da fotografia à transmissão ao vivo

Autor: Bárbara Wagner, Jonathas de Andrade, Letícia Ramos, Mídia NINJA, Garapa, Sofia Borges

CORPO A CORPO: a disputa das imagens, da fotografia à transmissão ao vivo

O catálogo da exposição CORPO A CORPO apresenta a nova produção contemporânea em fotografia e vídeo e reúne trabalhos dos artistas Bárbara Wagner, Jonathas de Andrade, Sofia Borges, Letícia Ramos e dos coletivos Mídia Ninja e Garapa, que foram convidados a produzir trabalhos que tratassem das questões sociais que emergiram no Brasil nos últimos anos. O mote da exposição é o uso do corpo como um instrumento de atuação social e política – seja pela presença física e simbólica nos espaços públicos, seja como campo de expressão da identidade.

Bárbara Wagner apresenta a obra À procura do 5º elemento, uma galeria da fama com garotos que participaram de um reality show para escolher o novo MC de uma famosa produtora de funk em São Paulo, retratando uma geração acostumada às selfies e às redes sociais, que sabe usar a pose e a performance de palco para falar de seus anseios e ascender socialmente.

Terremoto santo, dirigido por Bárbara Wagner em colaboração com o artista Benjamin de Burca, é um musical gospel gravado em Pernambuco, com jovens cantores que encenam videoclipes com suas próprias composições, revelando aspectos sociais, econômicos e estéticos da prática pentecostal.

Jonathas de Andrade apresenta Eu, mestiço, obra baseada em uma pesquisa sobre raça e classe realizada no Brasil, nos anos 1950, pela Universidade de Columbia em parceira com a UNESCO. Com estranha metodologia, a pesquisa usava fotografias de pessoas com diferentes tons de pele como base de um questionário que pretendia avaliar quem parecia mais bonito, rico ou inteligente, entre outros atributos. Jonathas retrata pessoas de várias partes do país para discutir os clichês da fotografia antropológica e publicitária.

O coletivo Mídia Ninja apresenta #Ao vivo, um arquivo de 90 transmissões ao vivo, na íntegra, feitas entre 2013 e 2017. As transmissões oferecem um novo vocabulário visual, feito de imagens pixelizadas e borradas constituindo uma verdadeira contribuição estética e política.

Sofia Borges apresenta A máscara, o gesto e o papel, resultado de uma viagem feita a Brasília em fevereiro de 2017 para fotografar o Congresso Nacional. O trabalho mostra fotos de bocas extraídas das pinturas de ex-presidentes do Senado e gestos fotografados durante as sessões legislativas.

Em A resistência do corpo Letícia Ramos testa as reações de um corpo diante de atividades ligadas às manifestações de rua, como o impacto de jatos d’água e a comunicação por celulares. A obra mostra como as imagens – algumas quase abstratas – podem servir como forma de opressão real ou simbólica.

Postais para Charles Lynch, do coletivo Garapa, parte da pesquisa de vídeos de linchamentos brasileiros no YouTube, para criar um livro-manifesto, que reúne fotogramas manipulados, um roteiro de linchamento fictício e uma fita com os vídeos pesquisados.

O catálogo é dividido em seis partes de acordo com cada artista. A encadernação dos capítulos foi feita em ordens diferentes, permitindo que o catálogo tenha seis capas diferentes (cada uma de um artista).   

 

BODY AGAINST BODY: the battle of images, from photography to live broadcast

The catalogue of the exhibition BODY AGAINST BODY shows a selection of contemporary Brazilian photography, cinema and video comprised of seven works developed by artists Bárbara Wagner, Jonathas de Andrade, Sofia Borges, Letícia Ramos and collectives Mídia Ninja and Garapa, who were invited to produce works that involved the social conflicts that have emerged in Brazil in recent years. The theme of the exhibition is the use of the body as an instrument of social representation and political action – whether through its physical and symbolic presence in public spaces, or as an expression of individuality.

Bárbara Wagner shows In the Search of the 5th Element, a hall of fame portrait gallery with youngsters participating in a reality show that would one new MC to be part of famous funk producer in São Paulo. It depicts a generation steeped in selfies and social networks, who knows how to use poses and stage performance to address their desires and ascend socially.

Holy Tremor, directed by Barbara Wagner in collaboration with artist Benjamin de Burca, is a gospel musical shot in Pernambuco with young singers performing videoclips with their own compositions, revealing social, economic and aesthetic aspects of the pentecostal practice.

Me, Mestizo is the latest work by artist Jonathas de Andrade, based on a study of race and class in rural Brazil conducted by UNESCO and Columbia University in the 1950s. In the original study, photos of people with different skin tones were used as the basis for a questionnaire about who looked more attractive, rich or intelligent, among other attributes. Andrade produced a series of portraits of people from different parts of the country to discuss the clichés of anthropology and advertising.

The collective Mídia Ninja presents the work #Live an archive with 90 live broadcasts made by the group from 2013 to 2017. The transmissions offer a new visual vocabulary of pixelated and smudgy images, making an aesthetic and political contribution.

Sofia Borges presents The Mask, the Gesture, and the Paper, result of a trip to Brasília in February 2017 to photograph the National Congress. The work shows photos of mouths reproduced from paintings that pay homage to the former presidents of the house and gestures photographed during legislative sessions.

In The Body's Resistance, Letícia Ramos tests the reactions of a body subjected to the activities that come with street demonstrations, as the impact of water jets and cell phone communication. The work shows how images – some nearly abstract – can serve as a form of real or symbolic oppression.

Postcards to Charles Lynch by the collective Garapa, is a research on Youtube about Brazilian lynchings transformed into a book-manifesto. The book contains manipulated photograms, a fictitious script and tape with the footage researched.

The catalogue is divided in six parts accordingly to the artists. The binding of the chapters were organized in different orders, which allows the catalogue to have 6 covers (each one started by an artist).

 

Páginas/pages: 284
Formato/ Format: 18 x 26 cm
Idioma: Edição bilíngue/ Bilingual edition
Organização/ Editor and texts: Thyago Nogueira  
6 capas diferentes/ 6 different covers and bindings
ISBN: 9788583460428
Lançamento: Julho/2005

R$89,50

Adicionar à Lista de Desejos

Bárbara Wagner

Autor

Bárbara Wagner (Brasília, 1980): Seu projeto Mestre de cerimônias foi contemplado pela Bolsa de Fotografia ZUM/IMS (2015) e exibido na 32a Bienal de São Paulo (2016). O musical Terremoto santo foi selecionado para o Festival de Berlim.

Her project Master of Ceremonies has received the 2015 ZUM/IMS Photography Grant and exhibited at the 32nd São Paulo Biennial (2016). The musical Holy Tremor was selected for Berlim Festival (2018).

Garapa

Autor

Garapa/Leo Caobelli (RS, 1980), Paulo Fehlauer (PR, 1982), Rodrigo Marcondes (SP, 1979). Contemplados pela Bolsa de Fotografia ZUM/IMS (2014) com Postais para Charles Lynch/In 2014, they were awarded the ZUM/IMS Photography Grant for Postcards to Charles Lynch.

Jonathas de Andrade

Autor

Jonathas de Andrade (Maceió, 1982): Expôs no New Museum, NY (2017), no MoMA (2017) e na Bienal de São Paulo (2010 e 2016).

Exhibited in New Museum, New York (2017), MoMA, New York (2017), and São Paulo Biennial (2016 and 2010).

Letícia Ramos

Autor

Letícia Ramos (RS, 1976): Participou de exposições no Tate Modern, Londres (2007), e no Instituto Tomie Ohtake, São Paulo (2014). Em 2013, seu projeto Microfilme foi contemplado pela Bolsa de Fotografia ZUM/IMS

Her works have been shown at the Tate Modern, London (2007), Tomie Ohtake Institute, São Paulo (2014). Was the recipient of the ZUM/IMS Photography Grant in 2013, with the Microfilm project.

Mídia NINJA

Autor

Mídia NINJA (Narrativas Independentes, Jornalismo e Ação): Rede de ativistas fundada em 2013. Figura entre as maiores iniciativas de mídia independente da América Latina e do mundo.

Ninja is an acronym for Independent Narratives, Journalism and Action in Portuguese. A network of volunteer activists founded in 2013, it is one of the largest independent media initiatives in Latin America and the world.

Sofia Borges

Autor

Sofia Borges (SP, 1984): Desenvolve projeto para a Bolsa de Fotografia ZUM/IMS 2018, e está em cartaz na exposição New Photography 2018, do MoMA. É uma das curadoras da próxima Bienal de São Paulo.

Developing project for the ZUM/IMS Photography Grant 2018, exhibiting works in the New Photography 2018, MoMA. Is one of the curators of the next São Paulo Biennial 2018.